Betinho critica discurso contraditório de "golpe" no Brasil e "democracia" na Venezuela


“Quem é democrata no Brasil tem que ser democrata também em outros lugares do mundo, a exemplo da Venezuela”, disse Betinho.

O deputado Betinho Gomes (PE) alertou para a contradição de parlamentares que têm questionado a democracia brasileira. Em discurso como líder nesta terça-feira (13), o tucano criticou partidos que insistem na tese de “golpe”.

“A intenção desses partidos é construir uma narrativa para tentar convencer a população de que o Brasil está vivendo um momento de exceção”, afirmou. O deputado lembrou que essa tese não encontra amparo na maioria da sociedade.

Ele ressalta que as instituições continuam funcionando e tomando decisões de maneira independente, mesmo com a discordância de setores da política. Mesmo diante de uma crise econômica ainda profunda, o país vive a normalidade na democracia, completou Betinho.

CRISE HUMANITÁRIA
Betinho avalia que muitos autores desses discursos contraditórios não têm a mesma postura em relação a outros países. “Quem é democrata no Brasil tem que ser democrata também em outros lugares do mundo, a exemplo da Venezuela”, frisou.

O mundo tem assistido com indignação a tristes episódios no país vizinho, com grande parte da população vivendo na extrema pobreza. “Os venezuelanos que saíram do país já somam o contingente de mais de 815 mil cidadãos, muitos refugiados no Brasil em busca de abrigo”, lamentou o tucano.

O parlamentar cobrou coerência de políticos, intelectuais e artistas que cobram democracia no Brasil, mas se silenciam diante da gravidade da crise na Venezuela. Betinho manifestou solidariedade com a população venezuelana e afirmou que o Brasil deve ter a sensibilidade de acolher os refugiados.

(Da redação/ Foto: Alexssandro Loyola)

Compartilhe:
13 março, 2018 Últimas notícias Sem commentários »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *