Gestão eficiente


Deputados afirmam que redução da criminalidade em São Paulo é exemplo para o país

Os deputados Luiz Fernando Machado (SP) e Vaz de Lima (SP) comemoraram nesta quarta-feira (2) a redução dos índices de criminalidade em São Paulo. De acordo com as estatísticas divulgadas nesta semana pela Secretaria de Segurança Pública, a gestão tucana, que entra em seu quinto mandato consecutivo, reduziu os índices de criminalidade em praticamente todos os tipos de crime. A taxa de homicídios atingiu seu menor patamar com uma proporção de 10,4 por 100 mil habitantes, o que representou uma diminuição real de 4,5% em relação a 2009.

De acordo com os tucanos paulistas, a continuidade nas ações do setor ao longo dos últimos anos fez com que o estado passasse a ser exemplo para o restante do país. Para Luiz Fernando, os investimentos do governo foram fundamentais para redução dos indicadores de violência. Segundo os dados, roubos e latrocínios também tiveram redução significativa: 9,4% e 16,5%, respectivamente. Além disso, o número de sequestros caiu 13,1% e houve declínio significativo no número de assaltos a bancos (16,6%), de roubo de carga (6,2%), de veículos (4,4%) e os furtos (4,3%).

“Há um combate eficiente do governo estadual, especialmente ao tráfico de drogas e ao crime organizado. Esses fatores fazem com que a criminalidade esteja caindo e os índices sejam positivos”, explicou o deputado.

Vaz de Lima acredita que os dados são resultado da aplicação do dinheiro público em tecnologia usada contra o crime. “São Paulo tem feito um brutal investimento na área de segurança pública. O estado tem investido corretamente em tecnologia de informação para coibir os crimes. A polícia estadual é muito bem equipada em todos os sentidos”, destacou.

De acordo com os deputados, o governo federal não consegue obter sucesso semelhante em suas ações no setor porque não investe na proteção das fronteiras e não tem, na prática, uma política de estado para a segurança pública. Por esses motivos, Vaz de Lima também defende que os bons resultados alcançados pelo governo tucano em São Paulo sejam espalhar pelo país. “É uma tremenda bobagem achar que todo mundo sabe tudo. Experiências exitosas em qualquer estado podem perfeitamente ser adaptadas para outros e São Paulo, nesse assunto, dá um ótimo exemplo”, afirmou.

Ações integradas e investimentos em inteligência policial

→ A Secretaria da Segurança Pública criou há 14 anos uma Coordenadoria de Análise e Planejamento para alimentar com informações estatísticas extraídas de boletins de ocorrência os serviços de inteligência das polícias Civil e Militar. Desde então, a tendência de queda da violência criminal foi constante.

→ Os governadores tucanos promoveram maior articulação com as prefeituras e gerando a profissionalização progressiva das guardas municipais. Essas estratégias de prevenção e repressão também foram integradas com movimentos sociais e ONGs.

→ De 2007 a abril de 2010, foram gastos R$ 256,7 milhões na aquisição de 7.076 novos veículos para as polícias Militar, Civil e Técnico-Científica. Em 2010, a Superintendência da Polícia Técnico-Científica (SPTC) recebeu 180 viaturas, que custaram R$ 9 milhões. O planejamento inicial indicava 150 veículos, mas uma economia de mais de R$ 1 milhão permitiu a compra de mais 30.

Em 2009, o governo investiu R$ 17,3 milhões para inaugurar o sistema de videomonitoramento na capital e em duas cidades do interior. Hoje há 264 câmeras instaladas na cidade de São Paulo, sendo 234 móveis e 30 fixas, 32 em Campos do Jordão, e 34 em Aparecida do Norte.

Reproduzir
baixe aqui

(Reportagem: Djan Moreno/ Foto: Governo de São Paulo/Áudio: Elyvio Blower)

Compartilhe:
2 fevereiro, 2011 Últimas notícias Sem commentários »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *