Dinheiro público pelo ralo


Tripoli cobra investigação de desperdício milionário do Ministério da Cultura com aluguel

O deputado Ricardo Tripoli (SP) classificou deinaceitável” o desperdício de dinheiro público em contrato assinado pelo Ministério da Cultura para alugar oito andares de um prédio em Brasília. Segundo reportagem do jornal “Folha de S.Paulo”, a pasta já pagou R$ 1,4 milhão, mas ocupa há seis meses apenas três andares do edifício. Para o tucano, os procuradores da República no Distrito Federal e os técnicos do Tribunal de Contas da União devem investigar o caso.“Acho fundamental que o Ministério Público Federal e o TCU vejam tamanho desmando. Essa é mais uma herança maldita recebida pela presidente Dilma do governo que o antecedeu”, destacou nesta sexta-feira (14).

Apesar da promessa da então candidata Dilma Rousseff de ampliar os equipamentos de cultura e reforçar a indústria do setor, o orçamento destinado à área para 2011 é de R$ 2,09 bilhões, 7,2% a menos do que o previsto em 2010. O valor, segundo matéria do jornal “O Globo”, inclui as emendas parlamentares. E sem as propostas de deputados e senadores, o Fundo Nacional de Cultura (FNC), braço executor de programas do ministério, o orçamento seria 63,2% menor do que no ano passado.

“Sempre falta dinheiro. Todo mundo sabe que o Ministério da Cultura trabalha com o cobertor curto e não tem como atender toda a demanda. O caso mostra de uma maneira muito clara o desperdício de dinheiro público no governo federal”, criticou.

De acordo com a reportagem da “Folha”, o ministério confirmou a ocupação lenta e informou que o valor do aluguel é de R$ 196 mil mensais por andar, sendo que o total do contrato chega a R$ 9,4 milhões.

Reproduzir
baixe aqui

(Reportagem: Artur Filho/Foto: Eduardo Lacerda/Áudio: Elyvio Blower)

Compartilhe:
14 janeiro, 2011 Últimas notícias 1 Commentário »

Uma resposta para “Dinheiro público pelo ralo”

  1. BRASILEIROS TEM PAVOR DE FALAR EM PATRIOTISMO. É ISSO QUE VIRA, ACABARAM COM AS DISCIPLINAS NAS ESCOLAS QUE ENSINAVAM DESPERTAR ESSE SENTIMENTO. QUE INVEJA QUE SINTO DOS ARGENTINOS, TEM QUE CHAMAR MESMO, OS BRASILEIROS DE “LOS MACAQUITOS”. Wilson – o mesmo acima

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *