Nomeação sob suspeita


Duarte Nogueira critica nomeação de diretor dos Correios condenado pelo TCU

O deputado Duarte Nogueira (SP) condenou nesta terça-feira (4) a nomeação do novo diretor nacional dos Correios, Larry Manoel Medeiros de Almeida. Segundo reportagem do jornal “O Estado de S. Paulo”, Almeida foi investigado e condenado pelo Tribunal de Contas da União (TCU) por irregularidades em licitações na direção regional da estatal no Rio Grande do Sul.

A nomeação do petista contraria a promessa do novo ministro das Comunicações, Paulo Bernardo, de moralizar a estatal, pivô de escândalos de corrupção durante o governo do PT. “Parece que está valendo a folha corrida. Esse é um assunto gravíssimo e espero que seja corrigido, possivelmente até com eventual substituição desta pessoa a se confirmar todas essas informações”, afirmou o deputado.

De acordo com a matéria do diário paulista, a auditoria do TCU aponta “graves” infrações legais, como dispensas irregulares de licitação, incluindo contratos de R$ 2 milhões anuais para telefonia, contratação emergencial “fabricada”, contratação “ilícita” de mão-de-obra para execução das atividades de carteiro, e, ainda, suspeita de notas superfaturadas para lanches e refeições em eventos para funcionários da estatal.

Para Duarte Nogueira, falta o devido cuidado do PT na hora de receber as indicações das pessoas que vão ocupar cargos públicos importantes. O tucano ressalta que prevaleceu nos últimos anos no governo Lula meras indicações políticas, e não os compromissos assumidos durante a campanha. “É a total falta de prioridade, é o fisiologismo, o troca-troca, o cabide de emprego na frente do interesse público”, reprovou.

Evento para 100 servidores, comida para mil pessoas

→ O “Estadão” informa ainda que recursos dos Correios no Rio Grande Sul foram usados na “realização de despesas com festividades e comemorações sem vinculação com os objetivos institucionais”. Segundo a auditoria do TCU, num seminário de um dia com 100 funcionários, foram pagas refeições para mil participantes. “Montante que nos parece totalmente despropositado para o tipo de evento indicado”, diz o texto dos auditores do tribunal.

Reproduzir
baixe aqui

(Reportagem: Artur Filho/Foto: Eduardo Lacerda/Áudio: Elyvio Blower)

Compartilhe:
4 janeiro, 2011 Últimas notícias Sem commentários »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *