Artigo: "Não é sobre Lula Livre. É sobre Justiça", por Daniel Trzeciak


Não estou aqui para defender ou acusar o ex-presidente Lula. Este não é o meu papel.

Quem tem a missão de julgar são os juízes, que estudaram para isso e devem (ou deveriam) estar aptos para serem imparciais.

A decisão do STF em acabar com a possibilidade de prisão após condenação em 2ª instância é um retrocesso. A mensagem é sintomática, é ruim, e ignora o que justamente deveria observar: maior segurança jurídica nos seus julgamentos.

Reafirmo, não é sobre Lula. É sobre acesso à justiça. É sobre quem tem condições de pagar um bom advogado; é sobre  quem consegue recorrer até a instância máxima da justiça brasileira; é sobre o constante balançar de entendimentos ao puro sabor de quem está sendo julgado, como se o julgador pudesse ou devesse ter lado para escolher onde politicamente se colocar.

Como reflexão: você acha que um “ladrão de galinha” consegue vencer o sistema recursal brasileiro até chegar no Supremo Tribunal Federal? E chegando, consegue ser pauta da maior Corte do país semana sim, semana não?

O Brasil não pode ser um país que beneficie e estimule crimes de colarinho branco. A impunidade não pode vencer!

Tenham a certeza de que, como deputado federal, vou trabalhar muito para que a PEC da prisão em 2ª instância que tramita na Câmara dos Deputados seja aprovada o quanto antes!

O STF, bem ou mal, fez sua parte de julgar. Mas a Casa que representa o povo brasileiro também fará! É do jogo democrático. Lei de ação e reação.

Menos ódio! Mais justiça!

Compartilhe:
8 novembro, 2019 Destaque2, Últimas notícias Sem commentários »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *