Com oito deputadas eleitas, PSDB aumenta bancada feminina na Câmara


Da esquerda para direita: Rose Modesto, Mara Rocha, Edna Henrique e Tereza Nelma, as novas deputadas federais do PSDB.

O número de candidatas mulheres eleitas neste domingo (7) para deputada federal aumentou. A bancada feminina, que antes era composta por 53 parlamentares, agora terá 75 integrantes, sendo oito eleitas pelo PSDB – em 2014, foram cinco. Ao todo, o partido viu a representação das mulheres em todo o país crescer mais de 40% em relação às eleições passadas.

Entre as deputadas federais estão quatro novatas: Mara Rocha (AC), Tereza Nelma (AL), Rose Modesto (MS) e Edna Henrique (PB). Foram reeleitas as deputadas Shéridan (RR), Mariana Carvalho (RO), Bruna Furlan (SP) e Geovania de Sá (SC). A elas, se somam 16 deputadas estaduais e uma senadora – a atual deputada federal Mara Gabrilli (SP).

Reproduzir

De Norte a Sul, as parlamentares eleitas falaram de gratidão ao constatarem terem vencido o processo eleitoral, além de reconhecimento e confiança no trabalho e no futuro desempenho no Parlamento.

“Tenho uma alegria enorme porque, presidindo o PSDB Mulher Nacional 45, conquistamos um crescimento significativo. Essa vitória coletiva, na luta permanente em defesa da igualdade na política, me preenche”, ressaltou a deputada Yeda Crusius (RS), que teve mais de 37 mil votos em seu estado, mas não obteve a reeleição.

MARA: 6 MILHÕES DE VOTOS

Eleita para o Senado com 6.513.282 de votos, a hoje deputada Mara Gabrilli (SP) celebrou a vitória reiterando seu compromisso com a ética na política. Ela agradeceu o voto em ficha limpa de verdade.  Aos 50 anos, publicitária, a parlamentar desenvolve um mandato em defesa da pessoa com deficiência. Ela começou a vida pública em 2008 tendo sido eleita a vereadora mais votada. Em 2010 foi a primeira tetraplégica a ser eleita para a Câmara dos Deputados. Em 2018, disputou e conseguiu um assento para representar o Brasil no Comitê dos Direitos das Pessoas com Deficiência.

Jovem, destemida e apaixonada por movimento, Mara ficou tetraplégica aos 26 anos. Mas, segundo ela, não é uma história triste. A imobilidade a transformou numa mulher guerreira, que no próximo ano assumirá uma cadeira no Senado Federal. “Tudo isso me faz refletir que lugar da mulher é na política”, afirma ela nas redes sociais, reafirmando a importância de exercer a política com transparência, honestidade, ouvindo as pessoas e sendo ficha limpa de verdade.

Em seu segundo mandato, a deputada Shéridan falou de gratidão e compromisso de mudar a história do estado, em parceria com o povo.  “Tenho certeza de que vou honrar cada voto, cada palavra de apoio, força e de carinho”, afirmou. Ela lamentou a situação de crise vivida hoje que faz a população desacreditar na política. “No entanto, ela é uma ferramenta maravilhosa de transformar a vida das pessoas quando sabemos a quem escolher para nos representar”, disse.

Mariana Carvalho lembrou que entrou para a política aos 16 anos tendo como único pensamento: fazer a diferença. Ela agradeceu a nova oportunidade de contribuir para o crescimento do Estado de Rondônia. “Essa é a minha missão”, afirmou. Mariana Carvalho foi a primeira mulher a ocupar o cargo de Segunda Secretária da Câmara. Para ele, a maior conquista é ser mulher em um espaço tão importante para o país, onde predominam os homens. “Conquistar este respeita só afirma minha capacidade de seguir adiante para continuar a dar voz às mulheres e trazer melhorias para o nosso cotidiano”.

A deputada Geovania de Sá agradeceu os 101.947 votos dos catarinenses que a reconduziram à Câmara. “É a maior realização de um funcionário do povo. Essa é a maior realização de um funcionário do povo e eu sou muito, muito feliz por isso. Obrigada, de coração, a todos. Continuarei trabalhando por todos nós!  Um trabalho de força, amor e fé que continua por Santa Catarina”, afirmou.

Eleita para cumprir o segundo mandato,ela diz que o desafio de melhorar e dar melhor qualidade de vida para as pessoas é o que mais a motiva. Já a deputada Bruna Furlan, reeleita por São Paulo, agradeceu em letras garrafais os 126.847 mil votos de confiança. “Por você sempre!”, reiterou.

NOVATAS

Entre as novatas, a vice-governadora pelo Mato Grosso do Sul, Rose Modesto, obteve 120.901 votos – a mais votada do estado. “É um sentimento de alegria, gratidão e, ao mesmo tempo, de muita responsabilidade – com o estado e com todo o povo brasileiro”, afirmou.

Segundo ela, diante do momento delicado e importante para o país, políticos bem intencionados terão oportunidade de resgatar a imagem da classe. Ela destaca, entre as prioridades, a questão tributária e a previdenciária.

No Acre, outra campeã de voto: Mara Rocha (40.047). Casada, 45 anos, empresária, jornalista e publicitária, ela divulgou a mensagem de renovação e transformação. “Gratidão é a palavra que resume meu sentimento”, afirmou.

Mara se disse emocionada ao sentir o carinho da população do seu estado. “Nunca poderia imaginar que o afeto dos acreanos por mim era tão grande. Chego a me emocionar com as várias manifestações de apoio recebidas constantemente nas ruas”, afirmou. Mara teve como principal apoiador o irmão, Major Rocha, deputado federal e eleito vice-governador na chapa de Gladson Cameli (PP).

A alagoana Tereza Nelma deixará a Câmara Municipal de Maceió para fortalecer a bancada feminina. Ela reitera a dura jornada ao longo dos 45 dias da campanha para, enfim, poder agradecer os 44.207 eleitores que confiaram nela. Aos 58 anos, Tereza Nelma fala sobre a importância do papel da mulher numa sociedade democrática.

Entre as suas bandeiras estão a defesa das pessoas com deficiência, os direitos humanos e o fortalecimento das demandas básicas da sociedade: educação, saúde, assistência social.

Eleita pelo estado da Paraíba, Edna Henrique agradeceu aos seus eleitores pela confiança. Delegada de Polícia, ex-prefeita do município de Monteiro (PB), 60 anos, ela afirma que entre as missões acolhidas em seu coração está a política partidária. Ela afirma que a vida pública lhe dá oportunidade de concretizar projetos e ter um olhar diferenciado de atendimento às pessoas mais carentes.

(Reportagem: Ana Maria Mejia/fotos: divulgação/Facebook)

Compartilhe:
8 outubro, 2018 Banner, Últimas notícias Sem commentários »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *