Denúncia grave


Comissão aprova requerimento de Imbassahy para investigar licitação irregular na EBC

A Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática aprovou nesta quarta-feira (16) dois requerimentos do deputado Antonio Imbassahy (BA) para  apurar denúncias de irregularidades em contrato da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). A iniciativa do tucano convida o ministro Chefe da Controladoria-Geral da União (CGU), Jorge Hage, o ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Ubiratan Aguiar e a presidente da EBC, a jornalista Teresa Cruvinel, para prestarem esclarecimentos sobre o caso.

Auditoria do TCU obtida pelo jornal “O Estado de S. Paulo” apontou uma série de desvios, inclusive uso de documento falso e favorecimento, na licitação da EBC, que contratou por R$ 6,2 milhões a Tecnet Comércio e Serviços Ltda. Cláudio Martins, filho do ex-ministro da Comunicação Social Franklin Martins, é funcionário da empresa.

Segundo o TCU, a Tecnet não poderia disputar a licitação, nem a empresa estatal deveria ter aceitado a sua participação. A investigação do tribunal afirma ainda que “a empresa Tecnet não possui nos dias atuais, tampouco possuía à época da licitação, o sistema de gestão de ativos digitais em consonância com as especificações do instrumento convocatório”.

O tucano considerou grave a denúncia feita pelo TCU. “Não se pode passar batido uma denúncia dessa gravidade que atinge uma empresa que é de grande importância para os brasileiros. Espero que esses fatos sejam esclarecidos para manter a integridade, a respeitabilidade e a confiabilidade da EBC”, ressaltou. “A nossa proposta quer preservar a empresa. Se existe indicação de fraude, o nosso dever é buscar informações sobre o caso”, completou.

Ruy Carneiro eleito 3º vice-presidente

Durante a reunião, também foram escolhidos os 2º e 3º vice-presidentes da comissão. O deputado Ruy Carneiro (PB) foi eleito o 3º vice. O tucano espera que a comissão desenvolva um trabalho para acompanhar de perto a expansão do setor no país. “Com o crescimento que o Brasil teve nos últimos tempos, essa área tende a se expandir muito. Vai ser muito importante o funcionamento e a fiscalização da comissão”, afirmou.

Reproduzir
baixe aqui

(Reportagem: Letícia Bogéa/Foto: Agência Câmara/Áudio: Elyvio Blower)

Compartilhe:
16 março, 2011 Últimas notícias Sem commentários »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *