Debate necessário


PSDB quer Comissão Mista para discutir usinas nucleares no Brasil

O líder do PSDB na Câmara, deputado Duarte Nogueira (SP), propôs nesta terça-feira (15) ao presidente do Congresso Nacional, senador José Sarney (PMDB-AP), a criação de uma Comissão Mista Especial para acompanhar e fiscalizar a construção de novas usinas nucleares para geração de energia elétrica. As unidades já estão previstas no Plano Decenal de Energia, em estágio avançado de discussão no âmbito do governo. O líder do PV, deputado Sarney Filho (MA), também assina o documento.

A proposição tem por base o parágrafo 6º do artigo 225 da Constituição, que estabelece a obrigatoriedade da definição do local de instalação das usinas em lei federal. Nogueira ressaltou a importância do tema da energia nuclear e dos riscos que a fonte energética pode oferecer para a presente e as futuras gerações. “Diante dos problemas enfrentados no Japão, o mundo começou a rediscutir a localização das usinas nucleares pelo risco que elas podem representar. E essa discussão também precisa ser feita no Brasil. No futuro certamente o mundo todo não vai poder abrir mão de usar a tecnologia nuclear”, disse o líder do PSDB.

Reproduzir
baixe aqui

Segundo o deputado, é preciso aperfeiçoar e garantir segurança para as usinas de Angra I e II e para os projetos futuros. “Queremos discutir qual é o projeto de expansão e de implantação das novas usinas e onde elas estarão. Além disso, precisamos saber como funciona o sistema de alerta e prevenção se porventura  ocorrer um vazamento de uma hora para a outra nas usinas que estão funcionando. E qual é o plano de contingência? Houve o vazamento, o alerta foi dado, como é que se retira as pessoas da área das usinas?”, declarou o líder tucano.

Em carta de conjuntura divulgada hoje, o Instituto Teotônio Vilela (ITV) cobra do governo brasileiro um debate mais aprofundado sobre plano de expansão da energia nuclear. O ITV alerta para o risco iminente de se levar adiante, sem análises detalhadas, o atual projeto idealizado pelo Executivo para o setor. O instituto destaca que o Brasil tem recursos naturais suficientes para optar por fontes de energia limpa e pode evitar os perigos de um incremento da energia nuclear no país.

“Com a tragédia que se abate sobre o Japão, o mundo todo está discutindo a conveniência da energia nuclear. No Brasil, que no governo Lula anunciou um mirabolante plano para a construção de 50 usinas nucleares, este debate mostra-se ainda mais imperativo. O país tem condições privilegiadas de reavaliar mais a fundo sua opção. Afinal, diferentemente de muitos outros países, conta com imensas fontes de energia renováveis, abundantes e limpas”, alerta o ITV.

(Da redação com assessoria de imprensa da Liderança/ Foto: Canteiro de obras da Usina de Angra III/ Eletronuclear/Áudio: Elyvio Blower)

Compartilhe:
15 março, 2011 Últimas notícias 1 Commentário »

Uma resposta para “Debate necessário”

  1. josé corrêa de lara disse:

    comentário:Com imensas fontes de energias renovavais e limpa, cometário do ITV, já dis tudo.
    O planete estremesse é inundado pelos Tsunames e ainda os insanos querem envenenar a terra com essa energia assassina.

    Jose Lara -fundador do PSDB 77 anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *