Privilégio inaceitável


Lula agiu como “pequeno ditador” ao pedir passaporte diplomático para os filhos, condena Marisa Serrano

A senadora Marisa Serrano (MS) condenou nesta quinta-feira (6) a concessão pelo Ministério das Relações Exteriores de  passaporte diplomático a dois filhos do ex-presidente Lula nos últimos dias do mandato do petista. Segundo reportagem do jornal “Folha de S.Paulo”, a decisão foi adotada “em caráter excepcional”, mas o processo não apresenta justificativa para o benefício.

Pela legislação, o documento só pode atender dependentes de autoridades até os 21 anos e até 24 no caso de estudantes ou em qualquer idade se forem portadores de deficiência. Mesmo assim, Luís Cláudio Lula da Silva, o Lulinha, com 25 anos, e Marcos Cláudio Lula da Silva, 39, foram atendidos, apesar de estarem acima da idade e em perfeitas condições de saúde. Para a vice-presidente do PSDB nacional, esse comportamento revela a conduta de Lula durante os oito anos do seu governo. “Fica a ideia de que ele está acima de todos, do bem e do mal e como se fosse um pequeno ditador”, criticou.

Reproduzir
baixe aqui

De acordo com a “Folha”,  foi o próprio Lula que pediu os passaportes. O privilégio garante aos seus filhos, durante todo o governo de Dilma, acesso à fila de entrada separada e com tratamento menos rígido nos países com os quais o Brasil tem relação diplomática.

Segundo a tucana, o ex-presidente Lula agiu em causa própria. “Ele sempre passou ao largo da lei e por cima das normas daquilo que é correto. Decidiu aquilo que é bom para a sua família, independentemente se o ato é legal, ético ou moral”, afirmou a senadora.

Ainda segundo a reportagem do jornal paulista, integrantes do corpo diplomático, na condição de anonimato, afirmam que a decisão provocou mal-estar dentro do Itamaraty, já que o ex-chanceler Celso Amorim recorreu ao parágrafo 3º do decreto 5.978/2006. O dispositivo regulamenta a concessão do documento e garante ao ministro o poder de autorizar a expedição “em função de interesse do país”.

Marisa Serrano disse ainda que essa atitude do ex-presidente é apenas mais um ato de irresponsabilidade no término do seu mandato. “Isso tudo dá a ideia de que o ex-presidente Lula continua se achando inimputável e pode tudo neste país. Está na hora de dar um basta nisso. Por que os filhos dele podem ser beneficiados mesmo contra o que a lei determina?”, questionou. (Reportagem: Artur Filho/Foto: Agência Senado/Áudio: Elyvio Blower)

Leia também:

Fruet condena aluguel de R$ 12 mil do filho do presidente Lula pago por empresário com contratos com o Planalto

Compartilhe:
6 janeiro, 2011 Últimas notícias 9 Commentários »

9 respostas para “Privilégio inaceitável”

  1. MariaA.Leite disse:

    E mais uma coisa para nos desanimar.

  2. Robertinho disse:

    Por que não se vêz nenhuma voz vinda do PT contra isso? Para eles pode tudo , para a oposição pau .? Já pensou se o privilégio fosse consetido para os filhos de FHC ou Serra o estrardalhaço que o PT ia fazer ?

  3. José Teixeira disse:

    Não fosse a extensão territorial e o pluripartidarismo no Brasil, este sujeito teria adotado a estratégia de Hugo Chaves. Se valendo do analfabetismo brasileiro e de estratégias de dominação (controle da imprensa, mídia paga no exterior para manter sua ostentação, aparelhamento do Estado, etc.). Ainda conseguiu – por tudo isso – fazer uma sucessora para ocultar suas mazelas e ampliar as possibilidades de manter a ditadura já vigente no país. A democracia poderá ter uma derrocada maior, se a oposição e nosoutros não encontrarmos uma forma de barrar a guerrilha que se alastra no Brasil. Enfim, Lula não é um intelectual, mas aprendeu o suficiente para liderar um regime comunista, porém, no sentido deturpado da palavra: “Para nós tudo. Para ou outros o que sobrar.” Um abraço.

  4. Chico Betting disse:

    Isso não o afeta, o cinismo e a soberba o impedem de enxergar aquilo que primamos pela ética, é apenas um detalhe para a que eles viéram.

  5. marcos disse:

    ele se se julga acima do bem e do mal em razão do ¨índice de aprovação de seu governo¨. Pergunto: de onde tiraram esse número?! pois no 1o. turno a candidata desse governo recebeu 35% e no 2o. turno 41% dos votos de todo o eleitorado. Como se explica isso?
    Grato.

  6. Julia Rosa da Cruz disse:

    Senadora Marisa Serrano, concordo plenamente com seu discurso, por favor faça alguma coisa, entre com processo e peça o cancelamento dos passaportes dos filhos do Lula e dele também. Artigo 5. da Constituiçao Federal, direitos iguais para todos, sem previlegios.

  7. Jairo Galdino ALves disse:

    No apagar das luzes o Governo Lula impediu a extradição do bandido italiano e liberou os passaportes para os filhos, visando o “interesse do país”, o que mais irá surgir, para o “bem do país” que ainda não sabemos?

  8. ROSA CHRISTINA KITTEL disse:

    É uma pena!!! Por isso que existe o termo “jeitinho brasileiro”. O pior que vemos essas irregularidades por todo lado, em todos os âmbitos de governo. Uma lástima!!!

  9. ZENILDA BANKS BELLI disse:

    Concordo com a Senadora Marisa Serrano. A oposição não deve deixar a notícia morrer: tem que cair, matando. E que permaneça na mídia, indefinidamente. A campanha para 2014 deve começar agora.Não vamos perder tempo!…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *