Invasão de importados


Vellozo Lucas aponta medidas para combater a ameaça de desindustrialização no país

Para atacar a ameaça de desindustrialização no Brasil, o governo deve equilibrar o câmbio, além de reduzir as taxas de juros, a tributação e o custo dos transportes. Na avaliação do deputado Luiz Paulo Vellozo Lucas (ES), essas são algumas das medidas fundamentais para combater o risco de enfraquecimento do parque produtivo nacional. O tucano acredita que simplesmente fechar as portas para a entrada de produtos estrangeiros não resolverá o problema.

De acordo com reportagem do jornal “O Estado de S. Paulo”, diante da gravidade da situação, empresários e sindicalistas começam a traçar estratégias para impedir a invasão dos importados. Eles cobram da futura presidente Dilma Rousseff a adoção de medidas de proteção contra importações, além de incentivo fiscal e tributário a setores afetados pela substituição da produção nacional por produtos estrangeiros. Entre eles, estão a cadeia de abastecimento da indústria automobilística, bens de capital, eletroeletrônicos, calçados e têxteis.

Segundo Vellozo Lucas, a cobrança das taxas de juros mais altas do mundo e valorização do dólar prejudicam a produção interna e a venda de produtos nacionais para o mercado internacional. “Isso vem tirando competitividade da produção brasileira nas exportações e tornando extremamente atrativas as importações de produtos, que chegam com vantagem em relação à produção local”, alertou.

Presidente do Instituto Teotonio Vilela, o parlamentar acredita que a reclamação do empresariado e dos sindicalistas faz sentido, pois a política tributária do atual governo está gerando empregos fora do Brasil. “Existe hoje um movimento que pode ser chamado de desindustrialização de exportação de empregos. E a mobilização dos representantes dos trabalhadores e dos empresários em relação a essa situação não é alarmista, mas baseada em estudos confiáveis e na experiência prática que se vê nas empresas e no mercado de trabalho”, apontou o deputado.

5 mil
vagas foram fechadas pela indústria calçadista brasileira somente no mês passado.

26%
foi o crescimento das importações de calçados da Malásia, Indonésia e Vietnã de janeiro a novembro de 2010.

Reproduzir
baixe aqui

(Reportagem: Artur Filho/ Foto: Eduardo Lacerda/ Áudio: Elyvio Blower)

Leia também:

Invasão dos importados e omissão do governo Lula provocam desindustrialização do Brasil, avalia Hauly

Brasil precisa inovar para combater a desindustrialização, alerta ITV

Compartilhe:
21 dezembro, 2010 Últimas notícias Sem commentários »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *