Bons resultados


Governo Serra realizou a maior transformação que se tem notícia na educação, diz Paulo Renato

De volta à Câmara após chefiar a Secretaria de Educação do Governo de São Paulo por um ano e oito meses, o deputado Paulo Renato Souza (SP) afirmou nesta terça-feira (21) que o governo José Serra “realizou a maior transformação que se tem notícia em nosso país na área da educação”. Em seu pronunciamento, o tucano fez um balanço das atividades e dos resultados alcançados à frente da pasta.

De acordo com o parlamentar, as transformações no ensino público paulista foram obra dos três secretários que estiveram no comando das políticas estaduais de educação durante as gestões de Serra e de Alberto Goldman. Segundo Paulo Renato, todos seguiram um programa comum e mantiveram a mesma equipe técnica ao longo do período. “O foco de todas as ações foram os alunos e a melhoria da sua aprendizagem. O eixo central foi o currículo do estado, um conjunto gigantesco de materiais produzidos por nossas equipes técnicas e distribuídos a professores e alunos com claras orientações de como ensinar e como aprender os conteúdos de cada disciplina em cada série do ensino básico”, destacou.

Ex-ministro da Educação, o deputado explicou que essa foi a maneira encontrada pela unidade da federação para superar de forma rápida e eficaz a deficiência na formação de professores. Conforme explicou, a partir do currículo foi possível definir metas de aprendizagem para cada escola e segmento do ensino. “O alcançar dessas metas passou a ser a base para o pagamento do bônus anual aos professores e servidores da secretaria”, afirmou Paulo Renato, que classificou a iniciativa como o maior programa de remuneração variável existente no mundo, beneficiando mais de 210 mil funcionários apenas neste ano.

O parlamentar também citou a criação da avaliação de docentes de São Paulo. “Hoje qualquer professor – efetivo ou temporário – do estado teve de mostrar em provas seus conhecimentos das disciplinas que lecionam”, apontou. A redefinição da carreira do professor foi outra medida adotada, permitindo aos integrantes do quadro do magistério estadual quase quadruplicarem sua remuneração inicial ao longo de suas carreiras. “Enquanto o bônus por resultados é um prêmio ao trabalho coletivo da escola, a promoção pelo mérito é o reconhecimento ao esforço individual do professor, sendo um benefício que se incorpora à sua remuneração, inclusive para efeitos de aposentadoria”, disse da tribuna.

O deputado apontou, ainda, a “mudança radical” nos concursos de ingresso para o quadro do magistério, feitos por meio de exame de seleção tradicional e mais a aprovação em um curso de preparação, oferecido pela Escola de Formação de Professores de São Paulo. No último domingo, 10 mil professores se submeteram ao teste final do primeiro curso de formação oferecido pela instituição.

De acordo com Paulo Renato, já aparecem os primeiros reconhecimentos públicos nacionais e internacionais pelo trabalho desenvolvido nos últimos quatro anos em São Paulo. Nas avaliações nacionais, por meio do último Ideb, São Paulo melhorou e está entre os primeiros colocados entre os estados em todos os segmentos de ensino. No exterior, a recente divulgação dos dados do Programa Internacional de Avaliação (Pisa) mostram que o estado avançou em ritmo mais rápido que o Brasil. E mais: em sua última edição, a revista inglesa “The Economist” elogia políticas adotadas em São Paulo.

O ex-ministro diz que encerra seu mandato com chamamento ao povo aos nossos governantes de todos os níveis federativos: “É preciso que a sociedade brasileira como um todo abrace e mantenha por muitos anos um verdadeiro Pacto Nacional pela Qualidade Educativa. Esse pacto deveria abranger a todos os segmentos da sociedade e estar forcado integralmente em um único objetivo: a melhoria da qualidade da educação brasileira”, pregou.

Reproduzir
baixe aqui

(Reportagem: Marcos Côrtes/ Foto: Leonardo Prado/ Áudio: Elyvio Blower)

Compartilhe:
21 dezembro, 2010 Últimas notícias 3 Commentários »

3 respostas para “Bons resultados”

  1. sami bussab disse:

    Feliz o governo que pode contar com pessoas de sua estatura,competencia e etica

  2. José Tadeu Nobre disse:

    Muito bom, mas melhor seria se fosse levado a todo Brasil, quem sabe no próximo governo do PSDB e com muito esforço de todos os Psdebistas isso possa acontecer, vamos trabalhar dura desde já, podem contar comigo.

  3. Deusamir Pereira disse:

    O Paulo Renato tem toda razão o apís precisa urgente adotar a qualidade da educação como prioridade nacional. Não existe mistério e sim competência, os princípios mais elementares da gestão da qualidade precisam ser adotadas no setor da educação, quando nunca Peter Druker tinha razão: Uma boa gestão é se fazer o óbvio, no caso da gestão da educação brasileira o óbvio passa longe…infelizmente!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *